Carregando...

Notícias > Região - Atualizado em 24/04/2017 - 13:40:45

Averama e Sabarálcool vão a leilão nesta semana em Umuarama
Redação

Imprimir está Notícia   Comentar está Notícia   Enviar está Notícia

Dois importantes leilões acontecem nesta semana em Umuarama. A 2ª Vara da Justiça do Trabalho de Umuarama determinou os leilões das empresas Averama e Sabarálcool, que acontecem nos dias 26 e 27 de abril, às 10h, no Hotel Caiuá. Os bens são objetos de penhora de ações trabalhistas.

O leiloeiro judicial será Raimundo Magalhães de Moraes, que também fará a venda de outros bens diversos na mesma oportunidade. Os leilões terão continuidade nos dias 19 e 20 de julho, no mesmo horário e local.

Os produtos serão oferecidos pelo valor de avaliação e, não havendo interessados, serão oferecidos pela melhor oferta. Mais informações, como o edital, podem ser conferidos no site do leiloeiro (CLIQUE AQUI).

Averama

O processo 03392-2013-325-09-00-3 (RTOrd), é relativo ao imóvel com as construções destinadas ao complexo industrial da Empresa Averama Alimentos S.A. A área total construída é de 32.287,23 m² e o imóvel, com benfeitorias, está avaliado em R$ 84,6 milhões.

De acordo com o edital do leilão é fato público que a Averama encerrou suas atividades sem cumprir com as verbas rescisórias da maioria dos funcionários e não vinha recolhendo os valores fundiários quando em atividade. Além disso, levando em conta que os acordos judiciais celebrados não estavam sendo cumpridos, a 2ª Vara da Justiça do Trabalho determinou a expropriação do bem imóvel para quitar as execuções em trâmite.

O abatedouro de aves iniciou o processo de demissões em 25 de abril de 2016, ou seja, há um ano. As atividades em Umuarama foram encerradas em 07 de junho.

Sabarálcool

O outro processo (01822-2015-325-09-00-4 - RTOrd) é relativo à Sabarálcool S.A, Açúcar e Álcool, Agroindústria Cedro Ltda. Será leiloado o imóvel rural com área de 242 mil m² e as construções em alvenaria, acessos pavimentados, máquinas e equipamentos que compõem o complexo industrial de processamento de cana de açúcar, com capacidade para beneficiamento de 1,5 milhão de toneladas de cana por ano.

O terreno com as benfeitorias e complexo industrial está avaliado em R$ 250 milhões.

Fonte:O Bemdito


Comentários


Nenhum comentário, seja o primeiro a comentar está notícia!

Nome Completo:
E-mail:
Comentário: