Carregando...

Notícias > Paraná - Atualizado em 17/07/2021 - 16:43:49

Com apoio do IDR-Paraná, produtores adotam novas técnicas de cultivo do morango
Silva JR

Imprimir está Notícia   Comentar está Notícia   Enviar está Notícia

A Região Metropolitana de Curitiba é o maior polo de cultivo de morangos do Paraná, com cerca de 800 produtores. Atualmente, uma boa parte da fruta não vem do cultivo tradicional em canteiros, mas de bancadas elevadas e protegidas por estufas. O Instituto de Desenvolvimento Rural do Paraná-Iapar-Emater (IDR-Paraná) presta assistência e capacita os produtores para uso desta tecnologia.

Segundo o extensionista Luis Gustavo Lorga, do IDR-Paraná de Campo do Tenente, a técnica do cultivo elevado e semi-hidropônico confere mais conforto aos trabalhadores, tem alta rentabilidade e possibilita maior controle dos plantios, diminuindo o uso de agrotóxicos para combater pragas e doenças.

Foram essas vantagens que atraíram a atenção de Rosana Gabardo Pallu, de Mandirituba, que até dois anos atrás era confeiteira. Ela viu no cultivo de morango a possibilidade de concretizar o desejo de viver da produção agrícola e aumentar sua renda.

Depois de passar por cursos de capacitação promovidos pelo IDR-Paraná e pelo Senar (Serviço Nacional de Aprendizagem Rural) Rosana e o marido, José Marcos, construíram uma estufa para plantar morangos, no sistema semi-hidropônico elevado.


Comentários


Nenhum comentário, seja o primeiro a comentar está notícia!

Nome Completo:
E-mail:
Comentário: