Carregando...

Entretenimento > Famosos - Atualizado em 13/02/2020 - 09:56:06

Cantora da Furacão 2000 sofre infarto aos 38 anos
Silva JR

Imprimir está Notícia   Comentar está Notícia   Enviar está Notícia

A cantora e apresentadora da Furacão 2000, Priscila Nocetti, sofreu um infarto aos 38 anos. Nas redes sociais, ela contou que sofre de hipertensão há 12 anos e passou mal no último dia 1º quando precisou ser internada às pressas.

"Neste dia [1º], eu estava assistindo a um filme com a minha filha e afilhadas, largadona no sofá e, de repente, me senti estranha. Comecei a sentir uma forte dor no meio do peito, pensei logo na pressão. Depois, meu braço esquerdo começou a doer também. De forma calma, subi a escada, tomei uma aspirina e coloquei um remédio de pressão embaixo da língua. Quando tentei verificar, vi que estava mais de 20. Chamei o Rômulo [marido] e pedi que ele me levasse numa emergência porque eu estava sofrendo um infarto", relembrou Priscila.

No hospital, a cantora passou por uma bateria de exames e foi constatado um infarto no miocárdio. "Fui pra UTI e fui submetida à um cateterismo. Não precisei de nenhuma aparelho, stent, nada. Eu só orava e pedia a Deus pra liberar a cura sobre mim".

 
Sem sequelas de infarto, Priscila comemora o sucesso da cirurgia. "O médico voltou com o resultado do ecocardiograma e falou: &39;Foi um milagre! Nada foi atingido&39;", relata ela, que alerta sobre os riscos da pressão alta. "A gente nunca acha que vai acontecer alguma coisa. Fiquei uns 2 anos sem ir ao cardiologista, achando que estava tudo bem, já que vivo uma vida tranquila: não fumo, não uso nada ilegal, não sou sedentária... Mas a hipertensão é uma doença crônica e silenciosa."

A apresentadora recebeu apoio de fãs e internautas depois de dar detalhes do estado de saúde dela e agradeceu o carinho.

Leia o texto na íntegra

Eu sou HIPERTENSA desde a minha gestação. Aos 3 meses de gravidez descobri a pressão alta e ela nunca mais estabilizou... e já são 12 anos convivendo com isso. Tenho histórico familiar e, infelizmente, tive um pico de pressão no dia 01/02, porque eu não tomava os remédios diariamente. Chegou a 24 por 17.
.
É aquela máxima... a gente nunca acha que vai acontecer alguma coisa e eu esquecia de tomar o remédio da pressão. Fiquei uns 2 anos sem ir ao cardiologista, achando que estava tudo bem, já que eu vivo uma vida tranquila, não fumo, não uso nada ilegal, não sou sedentária, mas a hipertensão é uma doença crônica e silenciosa.
.
Nesse dia eu estava assistindo a um filme com a minha filha e afilhadas, largadona no sofá e, de repente, me senti estranha. Comecei a sentir uma forte dor no meio do peito. Pensei logo na pressão. Depois meu braço esquerdo começou a doer também... na hora percebi que poderia estar infartando. De forma calma subi a escada, tomei uma aspirina e coloquei um remédio de pressão embaixo da língua. Quando tentei verificar, vi que estava mais de 20. Chamei o Rômulo e pedi que ele me levasse numa emergência pq eu estava sofrendo um infarto.
.
Chegando lá fiz eletro e exame de sangue e foi constatado infarto no miocárdio. Fui pra UTI e pela manhã fui submetida à um cateterismo. Não precisei de nenhuma aparelho, stent, nada. Eu só orava e pedia a Deus pra liberar a cura sobre mim.
.
A tarde fiz um ecocardiograma pra verificar se havia alguma sequela no coração... Foi então que o médico voltou com o resultado e falou: "FOI UM MILAGRE! Nada foi atingido."



Comentários


Nenhum comentário, seja o primeiro a comentar está notícia!

Nome Completo:
E-mail:
Comentário: